• os Achados | Comportamento | Em busca da Luz

Postado por

Na sexta-feira passada escrevi sobre “como ser feliz sozinha”, um post para tentar ajudar as pessoas que sofrem do mal de acharem que precisam estar com alguém para encontrar a felicidade. A verdade é que mesmo quando estamos com alguém, devemos estar atentos às nossas reais vontades e desejos, cuidando para não “nos perdermos” e começarmos a viver (somente) a vida do outro. O momento “só” é necessário, pois como ouvimos muito falar “é impossível amar alguém se você não se ama em primeiro lugar”.

Pausa. Releia a frase acima e faça uma auto avaliação. Você se ama em primeiro lugar? Por favor, não imagine aqui a figura narcisista porque, como disse hoje meu terapeuta, se tem uma pessoa incapaz de amar alguém é o narciso, já que ninguém chega aos seus pés, claro. Também não quero que imagine uma pessoa mimada e egoísta, que só quer ser satisfeita a todo custo, do tipo que bate o pé e faz bico quando é contrariada.

A questão sobre a qual te convido a refletir foi a mesma que me fiz no começo do ano passado. Ela me fez tomar algumas atitudes a fim de mudar antigos hábitos. Hoje sinto que sou uma pessoa um pouquinho mais consciente dos meus próprios desejos, vontades, atitudes… O que eu quero dizer é que só aprendi a “compartilhar” (aqui podemos substituir por “amar verdadeiramente”) quando decidi me dedicar ao auto conhecimento.

Antes de mais nada, a busca pela luz, nada mais é que a busca pela felicidade permanente, estar com o espírito em paz, segura, confiante e, assim poder ser o seu melhor.

Tudo começou com a terapia com psicóloga Daphne Jones. Confesso que tinha um pé atrás com a ideia de contar minha vida a uma pessoa estranha, com medo de ser tendenciosa só para ouvir o que eu queria. Péssimo isso, mas nós nos sabotamos sem perceber. Como alguém que nem sabe se eu estou falando a verdade (afinal, estou contando a minha versão dos fatos, com certeza há várias facetas nas histórias) poderia me aconselhar? Bobinha… Quando me dei conta, conversar com um profissional foi um santo remédio para tentar mandar embora a tristeza de viver pensando (seja lamentando ou suspirando) o passado e a ansiedade de viver planejando o futuro. Afinal, a vida é agora! “Você só tem o presente, minha filha. Por isso, faça o melhor que puder com ele”. E assim tem sido! Outra coisa: neurolinguística. Já prestou atenção no que você fala? Quantos “não consigo”, “é difícil”, “nunca dá certo” você solta sem pensar? Aqui entram duas coisas: o papel de vítima (Oh, vida… Oh, céus!) e de projetar coisas negativas para o Universo. Já ouviu que “Você é/atrai o que você pensa” (alô, Buda e “O Segredo”!) Substitua palavras negativas por outras menos pesadas e mais motivadoras. Você vai ver como faz diferença!

Aí, um belo dia, durante minha aula de Ballet, conheci a Gisele Correa – professora de yôga e colaboradora do Achados. Pensei: “Faz tanto tempo que eu tenho vontade de praticar, acho que meditar pode me ajudar com a ansiedade…” Isso foi em Maio do ano passado e, desde então tem se tornado uma das minhas paixões. Eu não sei muito bem explicar o bem-estar que a prática me proporciona, mas me sinto muito bem acho que não só pelos benefícios físicos, como pelo estado de “paz” pós-prática. É realmente uma atividade “completa”, muito revigorante. Conseguir controlar a respiração, pensamentos, manter-se no momento presente, prestando atenção ao seu corpo, suas emoções, seus batimentos cardíacos é um desafio e, aos poucos você começa a conseguir ter um maior auto-controle físico e também das emoções.

Finalmente, uma das melhores descobertas que eu podia ter no começo deste ano foi a Kabbalah (que significa “receber”, no caso a LUZ). Há uns 3 anos li “O Poder da Cabala” e fiquei com vontade de aprender mais sobre o assunto, mas acabei deixando passar. Hoje penso por que não comecei antes, de tanto que gosto. A convite de uma amiga, participei da palestra introdutória no Kabbalah Centre, aqui em São Paulo e fiquei encantada – já queria começar o módulo I no mesmo dia. O curso teve início há 1 mês e estou na 5a das 10 aulas. Gente, é muito legal! É tão especial, foram tantos os “chacoalhões” que recebi e conto os dias para chegar terça-feira e aprender mais um pouco sobre o assunto. Tem gente que acha que é uma religião, mas não é. Sou católica e tem budistas, judeus… Trata-se de espiritualidade. Não se fazer de vítima e se responsabilizar por tudo o que acontece na sua vida, aplicar a fórmula da pró-atividade, compreender quais são seus tikuns (lições as quais você deve enfrentar/superar/lidar na vida), o mundo do 1% e dos 99%… Super indico e convido todos vocês para conhecerem. <3

Não sei se deu para entender muito bem o que eu quis passar com o post. Na verdade eu quis compartilhar com vocês algumas das coisas que trouxe para a minha vida e que me fizeram muito bem. Na minha opinião, se conhecer, buscar ser uma pessoa melhor, conseguir lidar com seus questões internas deveria ser algo que todos buscassem. Não tem como ser algo ruim, só vai te fazer crescer. Espero que tenham gostado! Vários são os caminhos possíveis e, por isso, gostaria de ouvir nos comentários, dicas de quem também tem buscado a sua “luz”.

Ah! Algumas dicas de leitura para quem se interessar sobre os assuntos. Li todos (menos o Tratado, que é gigaaante! Rs):

– Para de se sabotar e dê a volta por cima – Flip Flippen
– Deixe de ser bonzinho e seja verdadeiro – Thomas d’Ansembourg
– Flua – Louis Burlamaqui
– Insegurança no Amor – Leslie Becker-Phelps
– Tratado de Yôga – Mestre DeRose
– O Poder da Cabala – Yehuda Berg

Um beijo e bom fim de semana,
Bia

Bia é apaixonada pelo que faz! Idealizadora do site "os Achados", atua também como editora de moda, stylist e consultora criativa.
  • os Achados | Friday Mixtape | Lado B(ia)

Postado por

A Friday Mixtape de hoje é um mix de algumas das músicas que mais amo de algumas das minhas bandas favoritas.

Depois de analisar a escolha, acho que tem a ver com o mood que eu espero para este fim de semana: alto astral, agitado, feliz… Por isso, uma seleção para você cantar alto no carro, no chuveiro, dançar, enfim, se animar. <3

Espero que curtam!

 

Bia é apaixonada pelo que faz! Idealizadora do site "os Achados", atua também como editora de moda, stylist e consultora criativa.
  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Taj Mahal

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Agra

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Jaipur, Forte Amber

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Jaipur

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: New Delhi, Qutub Minar

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: New Delhi, Tumba Humayun

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Udaipur, Palácio da Cidade e Lago Pichola

  • os Achados | Viagem | As múltiplas facetas da Índia CRÉDITOS: Udaipur

Postado por

Considerada uma opção exótica por muitos viajantes ocidentais, a Índia cresce como destino de desejo na lista dos brasileiros em busca de experiências genuínas que envolvem espiritualidade, cultura, tradição, arquitetura e gastronomia. O país é uma das apostas para 2015 da Teresa Perez Tours. Em outubro, a operadora levará um pequeno grupo de clientes para conhecer a região, contemplando quatro cidades em 11 dias de descobertas. Com saída marcada para 13 de outubro, a viagem terá limite de 20 pessoas e terá passagem por Delhi, Agra, Jaipur e Udaipur.

Os highlights da viagem incluem a belíssima vista do Taj Mahal, o mais famoso monumento indiano; passeio de rickshaw; duas noites em Jaipur, no Hotel Rajvilas que recria a magnitude do principado do Rajastão; três noites em Udaipur, no Hotel Udaivilas de frente ao Lago Pichola, que segue o conceito de um tradicional palácio indiano e uma programação que mescla as facetas múltiplas de uma das mais antigas culturas do mundo.

Delhi, Agra e Jaipur
A viagem começa na capital, Delhi, que se transformou em uma metrópole durante os últimos 50 anos. Os viajantes terão a chance de conhecer a velha e a nova cidade – New Delhi e Old Delhi – com sua mistura de lojas, arranha-céus, templos, palácios e ruínas monumentais, somando cerca de 60 mil pontos históricos. O próximo destino traz palácios e heranças de imperadores: Agra, distante há 210 km, onde está o Taj Mahal, uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.

O grupo segue para Jaipur, onde está a cidade de Fatehpur Sikri, construída pelo imperador Akbar em 1569 e posteriormente abandonada devido à escassez de água. A região também se destaca pelas mesquitas e palácios onde a realeza indiana viveu de forma suntuosa e cuja parte histórica apresenta casas pintadas de rosa. Outros destaques são: o Mantar Observatory, observatório astronômico construído no século 18; passeio pelos mercados locais; visita ao Palácio dos Ventos e subida até o Forte Amber no lombo de elefantes.

Experiências em Udaipur
A próxima cidade é a romântica Udaipur, fundada em 1559, que serviu de fonte de inspiração para poetas, pintores e escritores, por suas imensuráveis belezas, incluindo o Palácio da Cidade, construído em 1725 em mármore e granito; o Templo Jagdish, dedicado ao Deus Vishnu; o jardim ornamental Sahelion ki Bari, que serviu de refúgio para as mulheres da corte, e passeio de barco pelo Lago Pichola.

A viagem será finalizada com uma legítima experiência culinária indiana. Pela manhã, o grupo sairá para um mercado local de Udaipur, acompanhado de um chef de cozinha, para apreciar, conhecer e comprar produtos frescos, como vegetais e especiarias. De volta ao hotel, o chef ensinará sobre a gastronomia local e preparará um almoço especial para os convidados.

“Esse roteiro na Índia foi minuciosamente estudado por nossos consultores especialistas na região e leva em conta, desde a logística dos itinerários até a definição dos restaurantes, para satisfazer as exigências dos nossos clientes e oferecer o máximo de vivências especiais. Como se trata de um grupo pequeno de até 20 pessoas, tenho certeza que a viagem resultará em uma troca de experiência intensa e enriquecedora para todos.”, avalia o presidente da agência, Tomas Perez.

Para mais informações envie um e-mail para info@teresaperez.com.br ou ligue (11) 3799-4000.

Com mais de 20 anos de história, a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados. 
  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

  • os Achados | Moda | Editorial Anos 70

Postado por

Que os anos 70 são a década da vez todo já sabe, né?

Uma profusão de peças com inspiração na estética 70s tomou conta das lojas para este nosso inverno 2015 e inspirou muitos editorias em revistas de moda e até campanhas de lojas.

E diante de toda essa comoção pela década “paz e amor”, meu editorial preferido foi esse que vi no site Honestly WTF, publicado pela Self Service Magazine.

Amei a vibe meio Charlie’s Angels da modelo e o fato de que todas as vertentes dos anos 70 estarem presentes, como o estilo hippie chic, o disco, psicodélicos e rolou até uma t-shirt dos Bee Gees. Como diz o nome do editorial, super “That ’70s Show”.

Destaque para o look com macacão branco e as plataformas. Amei! <3

Bia é apaixonada pelo que faz! Idealizadora do site "os Achados", atua também como editora de moda, stylist e consultora criativa.
  • os Achados | Inspiração do dia

Postado por

A Inspiração do Dia é onde eu queria estar.

Super em clima de outono, quando ainda podemos pegar uma praia durante o dia, mas ao entardecer bate aquele ventinho frio. Nada melhor e mais charmoso do que se enrolar em uma manta e apreciar os últimos raios de sol do dia.

Amei as cores da foto e a padronagem étnica da manta.

Acho que já sei qual vai ser o meu programa neste fim de semana…

Apaixonada por moda e o fashion business, Bia Costa se realiza compartilhando suas descobertas e percepções do mundo da moda.