Beth Hoeckel

Cada vez que conheço um artista novo, tento sempre enxergar suas obras analisando o “sentido” de uma delas, o que pode ter motivado a sua execução. E de tempos em tempos eu descubro “gênios” que mexem comigo, me emocionam (mesmo!) e fico morrendo de vontade de mostrar para todo mundo o quão legal é o seu trabalho. Mexeu comigo? Quero que também instigue vocês!

Com essa artista plástica norte americana Beth Hoeckel aconteceu a “mágica”. Plim! Ela trabalha com desenho, pintura e vídeo, mas são suas colagens feitas a mão (nada de manipulação digital!) em seu atelier doméstico, em Baltimore, que fazem o maior sucesso.

Recortes de livros e revistas das décadas de 50 a 70 geram um mundo onde o impossível se torna uma realidade convincente para o espectador. Ai, como eu amo… Queria colecionar! As imagens são lúdicas e tem a característica de quase sempre apresentarem pessoas admirando paisagens incomuns.

O mais engraçado é pensar que sua arte vem de cortar e destruir publicações que alguém já trabalhou muito duro para montar. Rs! Uma revista que poderia ser um tesouro, se transforma em algo novo, possivelmente um novo tesouro para o mundo da arte.

É possível adquirir algumas de suas obras aqui.

Quem também se encantou? <3

2 comentários COMENTE TAMBÉM

Continuo me encantando pelas obras; pelo visual, pela iluminação, cores, vestes da época… até o bege é alegre.

Comentários fechados.